• Sexta-feira, 16 Julho 2010 / 9:37

Gabeira quer impugnar Cabral

 Do Estadão:
“A coligação que apoia a candidatura do deputado federal Fernando Gabeira, dos partidos PV, DEM, PSDB e PPS, ao governo do Rio de Janeiro entrou com uma ação na Justiça Eleitoral para tentar impugnar a candidatura à reeleição do atual governador do Estado, Sérgio Cabral (PMDB). Os partidos alegam que a declaração de bens do governador esconde o real valor da casa que Cabral tem em Mangaratiba, no condomínio Portobelo, próximo à Angra dos Reis, na Costa Verde Fluminense.
Na declaração de bens apresentada pelo governador ao Tribunal Regional Eleitoral, a casa foi avaliada em R$ 200 mil. No entanto, uma estimativa feita por corretores e apresentada à Justiça Eleitoral pela coligação de Gabeira indica que o imóvel vale pelo menos R$ 1,5 milhão.
A discussão do valor da casa de Cabral, adquirida quando ainda era deputado estadual, é antiga e sempre citada pelos opositores do político a cada eleição. Em 1998, o então deputado foi denunciado pelo então governador Marcelo Alencar (PSDB), junto ao Ministério Público Estadual, por improbidade administrativa por ter comprado o imóvel. O processo foi arquivado.
Além de Cabral, outros 43 candidatos tiveram pedidos de impugnação no Rio de Janeiro. O TER-RJ tem até o dia 5 de agosto para decidir sobre todos os casos”.
                       * * *
A coligação de Gabeira diz que a casa de Sergio Cabral está avaliada em R$ 1,5 milhão, pelo menos, mas o candidato declarou que ele vale mais de R$ 4 milhões.
O repórter Severino Motta, do IG, procurou saber se a foto publicada por esse blog era mesmo da casa de Cabral em Mangaratiba.
Recebeu, por escrito, a seguinte resposta:
“A assessoria de imprensa do candidato informa que a casa do governador é um assunto pessoal dele e não cabe comentário”.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 4:01

Cabral comanda festa para Dilma

O governador Sergio Cabral comandou a festa para a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff

O governador Sergio Cabral comandou a festa para a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff

Será que algum jornal irá reclamar do fato do governador do Rio de Janeiro, candidato a reeleição,  ter participado hoje, em São João do Meriti, de um ato político no horário de expediente de trabalho?
O Presidente Lula, que não é candidato a nada, poderia participar de um encontro político com prefeitos, tendo ao lado a candidata Dilma Rousseff?
Por que razão o candidato  Sergio Cabral pode fazê-lo?
Quem pagou a gasolina do helicóptero, ou do carro, que conduziu o candidato Cabral a churrascaria Oasis?
Quantos crimes eleitorais foram praticados pelo governador nesse ato?
                   * * *
O almoço fazia parte da agenda oficial de Sergio Cabral.
No portal do governo do Estado, foi postada, às 18h07m, uma notícia informando que ”o governador Sergio Cabral e a ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff reuniram-se nessa segunda-feira (10/5) com 86 prefeitos fluminenses”.
Ao portal do governo, Sergio Cabral declarou textualmente:
“Acho que este foi um ato de enorme expressão política, como nunca houve na história deste estado, com 86 prefeitos dos 92 municípios. É uma demonstração do que o povo do Rio de Janeiro tem de mais forte, a gratidão. O que fizemos foi um agradecimento à ex-ministra que comandou todo o processo de infraestrutura deste país nos últimos anos”.
                   * * *
É claro que a Justiça Eleitoral só se manifesta quando provocada.
Caso o candidato Fernando Gabeira, ou Anthony Garotinho, peçam a punição do candidato do PMDB, qual deverá ser o julgamento do TRE?
Os jornais, certamente, não verão nada de condenável.
Só Lula é que não pode…

  • Segunda-feira, 12 Julho 2010 / 22:29

Mais uma de Sarney

A revelação do ?Estadão? de que a casa de  Sarney,  na Península dos Ministros ? a área mais nobre de Brasília ?  vale R$ 4 milhões, e ele não a declarou à Justiça Eleitoral,  é mais um escândalo.
Segundo ele informou ao TRE do Amapá, seu bem mais valioso é um terreno no Maranhão no valor de R$ 60 mil.
Lula quer que Sarney fique.
Sarney quer ficar.
Mas ele também não ajuda.

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.