• Quinta-feira, 16 Setembro 2010 / 10:20

Roriz tentou afasta ministro

      Do jornalista Claudio Humberto, no Jornal do Commércio:
“Manobra ousada tentou impedir o ministro Carlos Ayres Britto, do STF, de julgar a impugnação de Joaquim Roriz (PSC), candidato ao governo do DF. Procurado pela defesa de Roriz, o escritório de advocacia do genro de Ayres Britto, Adriano Borges, e de sua filha, Adrielle Britto, se recusou a atuar no caso. Ainda assim, a defesa de Roriz incluiu o nome deles, sem autorização, em uma petição. Na prática, isso obrigaria o ministro a se declarar impedido. Assim que soube que seus nomes foram usados, Adriano e Adrielle requereram a imediata exclusão. Adriano conta que recebeu a defesa de Roriz apenas para ser gentil com o colega, mas o convite de atuar no caso foi prontamente repelido. O genro do ministro achou mesmo muito estranho que a defesa de Roriz tenha incluído o nome deles na petição. A manobra para impedir o ministro de julgar decorre do fato de ele já haver sinalizado ser favorável à vigência imediata da Lei da Ficha Limpa”.

  • Quarta-feira, 21 Julho 2010 / 20:03

O desperdício do trem bala

    Essa é para quem sabe fazer conta, e foi publicada na coluna do Claudio Humberto:
“Um leitor do Rio não entende como a Copa de 2014, com retorno em turismo, repercussão e imagem do Brasil, vai custar R$ 20 bilhões, e o trem-bala Rio-SP, de retorno arriscado, custará R$ 34,6 bilhões”.
                      * * *
Mais um detalhe.
No mundo todo, o trem-bala existe onde já funciona uma linha de trem regular.
Aqui não existe uma ligação ferroviária Rio-São Paulo, nem uma meia-bomba que faria o trajeto em duas horas ou pouco mais, e ainda insitem em projetar uma ligação a jato.
Os políticos, empreiteiros e ladrões em geral agradecem.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 4:01

Adriana Ancelmo e o Rei Arthur

Do jornalista Claudio Humberto, no ‘Jornal do Commercio’:
“Coincidência. O escritório da mulher do governador do Rio, a advogada Adriana Ancelmo, defende “há tempos” a Service Clean, empresa do grupo do empresário Arhur Cesar de Menezes Soares Filho, o “rei da terceirização”, ganhador de licitações, e amigão de Sérgio Cabral”.
                     * * *
Isso não pode acabar bem.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 3:40

Ministro da Tapioca contrata fantasma

Do jornalista Claudio Humberto em seu site:
Com o título “Fantasminha Camarada”, o seguinte texto:
“O Ministério do Esporte contratou por R$ 3,4 milhões uma empresa para prestar serviços a ?Autoridade Pública Olímpica?, que não existe”.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 3:40

Rio já tem plástico ‘Fora Cabral’

 Do jornalista Claudio Humberto, no ‘Jornal do Commércio’:
“Adesivo que circula nos para-brisas no Rio, em letras garrafais: “Fora, Cabral”.
Não é referência a Pedro Álvares, com certeza”.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 3:33

Igual ter filho juiz de futebol

Do jornalista Claudio Humberto:
“Alheio à política, o ex-governador Arruda quer rever a mãe, que no auge do escândalo teve de abandonar Itajubá (MG), onde mora, por razões de segurança. Chegou a ser hostilizada nas ruas”

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 3:05

Muito Suplicy para um só Senado

O jornalista Claudio Humberto que, no governo Collor, ficou conhecido como o bateu-levou, continua mau que nem um pica-pau.
Veja a nota que ele publica hoje, em sua coluna, no ‘Jornal do Commércio’, do Recife:
“Marta Suplicy ri à toa. Com a candidatura de Aloizio Mercadante (PT) ao governo, crescem suas chances no Senado. Seu entusiasmo só não é maior porque, se eleita, terá de conviver com o chato do ex-marido”.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 2:50

Dilma x Serra, empate técnico

Do blog do jornalista Claudio Humberto

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 2:39

Cabral, doença e alcool

Três notas do jornalista Claudio Humberto no “Jornal do Comércio”, do Recife:
“Sem bebida
A internação às pressas na quinta (5), após tonturas e dor de cabeça, não é o primeiro susto do governador do Rio, Sérgio Cabral: ele era deputado estadual em 1997, e quase morreu em Buenos Aires, por um problema cerebral, que o obrigou a tomar remédios e não beber.
Jatinho
Na crise com sua saúde, em 1997, um jatinho UTI de um plano de saúde foi enviado à capital argentina para buscá-lo, às vésperas da instalação de uma CPI… dos planos de saúde
Zuzo bem
Faz sucesso na internet um vídeo mostrando Sérgio Cabral, ao lado da ministra Dilma no Sambódromo, falando inglês com sotaque pastoso”.

  • Terça-feira, 13 Julho 2010 / 2:32

Rio: a cobra vai fumar

Do blog do jornalista Claudio Humberto:
“Um fornecedor alijado de licitação é a versão fluminense de Durval Barbosa, em um escândalo de vários megatons de potência que ronda políticos do Rio. Gravou todo mundo. O processo cabeludérrimo tramita em segredo de Justiça no órgão especial do Ministério Público Federal”.

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.