- Dacio Malta - http://daciomalta.com.br -

Jornalistas denunciam partidarismo da imprensa

Posted By admin On 24 de Setembro de 2010 @ 7:42 In Imprensa | No Comments

      Do repórter Vandson Lima, do ‘Valor Econômico”.
 ”A escalada de atentados à liberdade de imprensa – portanto à democracia — está atingindo seu ápice às vésperas da eleição”. Desprovido de autor e contexto, o trecho acima muito se assemelharia ao discurso de juristas e personalidades contrários às declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acusou alguns setores da mídia de partidarismo. Mas é, na verdade, parte da carta do secretário de Relações Internacionais da CUT, João Antonio Felício, e distribuída durante o “ato contra a mídia golpista”, que aconteceu ontem, em São Paulo. Aqueles que atentam contra a liberdade de imprensa, na visão do sindicalista, são os grandes conglomerados de comunicação, que estariam engajados em eleger o candidato da oposição, José Serra (PSDB).
“Este período passará para a história como aquele em que a mídia ultrapassou todos os limites da partidarização, manipulação de informações e em apoio a um candidato em detrimento de outro, ou outra, no caso”, continua a carta. O evento, no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, reuniu cerca de 100 representantes de centrais sindicais, movimentos sociais e blogueiros. Os presentes não se furtaram de expressar claramente apoio à candidata do PT, Dilma Rousseff, e cobraram que a grande mídia, que se coloca como “isenta”, faça o mesmo. “De maneira torpe, a mídia golpista divulgou que o ato era contra a imprensa, chapa branca. Mas são eles que, de maneira udenista, só atacam um lado. O filho da ex-ministra (Erenice Guerra, da Casa Civil) está sob suspeição, mas outros filhos e filhas, como denunciou a Carta Capital, também deveriam estar”, disse Altamiro Borges, um dos organizadores, referindo-se à reportagem da revista sobre a empresa da filha do candidato tucano, Verônica Serra
A deputada federal Luiza Erundina (PSB) compareceu ao evento, sendo aclamada. Em seu discurso, Erundina disse que a reação de setores da imprensa, a seu ver contrários a Lula, se dá porque “eles não têm mais o controle da comunicação como antes [por causa da internet]. Essa reação é porque o primeiro governo de um operário desse país deu certo. E é por isso que vamos eleger agora a primeira mulher presidente do Brasil”, bradou.


Article printed from Dacio Malta: http://daciomalta.com.br

URL to article: http://daciomalta.com.br/?p=5957

Copyright © 2010 Dacio Malta. All rights reserved.