Bye, bye, Brasil

O Presidente já começou a ler a carta que o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, mandou para ele, na segunda-feira, quando pediu demissão do cargo para voltar a Universidade de Harvard.
Lula leu parte da carta durante a viagem para a Libia, lerá mais um bom pedaço hoje durante o vôo de volta a Brasília e, é possível que conclua a leitura no final de semana, se a crise no Senado não ocupar muito o seu tempo.
Mas certamente foi melhor receber a carta, manuscrita, com 47 páginas, explicando as razões da saída e o futuro do país, do que conversar meia hora com o ex-ministro.
Só uma curiosidade: uma carta com 47 páginas não cabe em um único envelope.