Ex-Gabeira faz sucesso no Twitter

Da ‘Folha’:
  “Estreante em eleições e o mais novo na disputa pelo governo do Rio, o candidato Jefferson Moura (PSOL), 36, teve no debate de anteontem da TV Bandeirantes o auge midiático de sua campanha: cunhou o termo “ex-Gabeira”, que fez sucesso no Twitter durante o programa.
A expressão, usada para criticar as alianças do adversário Fernando Gabeira (PV) com o DEM e o PSDB, surgiu “no calor do debate”, diz Moura, sociólogo, com mestrado em Política Social pela Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).
Ele afirma que não houve discussão prévia para o uso do termo a fim de causar polêmica. “Senti a pulsação do debate. Nós não temos recursos. O jovem PSOL não possibilita fazer “media training”.  Nosso ensaio foi nos debates nas universidades, escolas, espaços de discussão. Falei com o coração. Não temos marqueteiros”, disse.
Para o candidato do PSOL, Gabeira abandonou seus princípios. O verde, por sua vez, assumiu a alcunha sem constrangimento e afirmou que alianças são necessárias para chegar ao poder.
“Eu mesmo disse que sou ex-Gabeira, e estou cada vez mais diferente. Eu compreendi o fracasso que foi o socialismo, o desastre que é Cuba, a Coreia do Norte. Compreendi que eles destruíram o meio ambiente, viajei pela ex-Tchecoslováquia, pela Alemanha Oriental. O século 20 acabou para mim”, disse o candidato do PV durante o debate.
Para Moura, “quem quer de fato mudar a política do Rio”, não pode “dar as mãos ao DEM do César Maia, ao PSDB do ex-governador Marcello Alencar”.
Moura, casado, pai de dois filhos e morador do Cachambi, na zona norte do Rio, é estreante em eleições. É servidor público do Tribunal de Contas do Estado há 16 anos e trabalhou no gabinete do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL).
Com 1% nas intenções de voto, segundo o Datafolha, Moura acredita que o debate serviu para se apresentar aos eleitores fluminenses”.