Ódio da mídia não dá voto

De Ilimar Franco, no Panorama Político, de ‘O Globo’:
“Um dos políticos mais experientes do Congresso, e que presenciou de camarote a História recente do Brasil, está apavorado com a ação do PSDB nos tribunais eleitorais.
Ele argumenta que não se pode ignorar as leis, mas que é um erro grave tratar o adversário como um criminoso. Afinal, já fizeram isso contra Getulio Vargas e Juscelino Kubitschek.
Ele diz: O ódio dá mídia, mas não dá voto. E acrescenta que cada vez que o TSE aplica uma multa ao presidente Lula por antecipar a campanha, a leitura que é feita pelos eleitores é: O PSDB multa Lula. Sarcástico, ele comenta: Deve ter gente do PT aconselhando os tucanos”.