PT e PMDB atacam Ciro

Da ‘Folha’:
“O presidente eleito do PT, José Eduardo Dutra, ironizou o pré-candidato do PSB a presidente, Ciro Gomes, que atacou a aliança entre PT e PMDB e disse estar “em crescente desacordo com o governo”.
“O Ciro está tentando se diferenciar. Só não entendo por que o PMDB nacional é ruim, mas o do Ceará, que apoia o irmão de Ciro [o governador Cid Gomes], é bom”, disse.
No PMDB, os ataques de Ciro foram interpretados como uma demonstração de que o ex-ministro e deputado não desistiu de disputar a Presidência.
Para o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), “a declaração de Ciro é a de um candidato que quer dividir”.
Em entrevista à Folha, Ciro disse que a coalizão PT-PMDB tem feito mal ao país e acusou o grupo político ligado ao peemedebista Michel Temer, presidente da Câmara, de ser responsável pela paralisia do Congresso.
O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), criticado por Ciro, reagiu: “Ele é carreirista, oportunista e gazeteiro”. Temer não falou sobre o assunto”.