Transparência fajuta

 Itajubá tem, desde 2004, uma ONG chamada ‘Transparência Itajubá’, que reune 59 associados, sendo que 16 ocupam cargo de direção.
É muito cacique para pouco índio.
O curioso é que na capa do site, os “transparentes” apresentam um vídeo que é, na verdade, um trecho do programa do CQC com o teste da honestidade, onde um sujeito – que se faz de cego – compra um pastelão e a vendedora dá o troco errado.
A ironia da vida fez com que esse teste fosse realizado em Brasília, como prova de que o povo da capital também é ladrão.
Eles bem que poderiam trocar o vídeo e exibir o filho ilustre da terra, o governador José Roberto Arruda, recebendo um pacote de dinheiro.
Para que os diretores do ‘Transparência Itajubá’ não percam tempo procurando uma cópia do vídeo, olhe ele aqui mais uma vez