Cabral passa dos limites

O governador do Rio disse ao ‘Valor’:
- Sou cristão. Nunca fiz uso da religiosidade para minha vida pública, mas me tocou muito o papa, como governador e ser humano.
Cabral é um canalha.