Cabral e suas assessorias

Está certo Élio Gaspari quando diz que o que João Paulo Cunha fez, na presidencia da Câmara,  é ilegal.
Assim estão decidindo também a maioria dos ministros do Supremo, que condenarão o ex-presidente da Câmarae, entre outros pontos, por ter tercerizado a assessoria de comunicação social de um órgão público.
Que isso vem sendo feito há anos… é sabido.
No governo FHC, todos os ministérios civis, ou quase todos, faziam o mesmo.
Mas a prática continua, como é o caso do Governo do Rio, que tercerizou não só os serviços de comunicação social do próprio governador, como de algumas secretarias que lhe são mais próximas. como Saúde e Segurança.
Se fosse julgado hoje pelo STF, Cabral também seria condenado.