• Segunda-feira, 26 Agosto 2013 / 18:51

A comunicação dos cubanos

Umas das críticas aos médicos cubanos é que eles não falam português. Mas eles estão hoje em 69 países da América Latina, da África, da Ásia e da Oceania, cuidando de pessoas que falam inglês, francês, português ou até mesmo dialetos locais, como é o caso do Haiti onde a população assistida fala creole.
Lá existem 1.200 médicos cubanos. Todos se entendem e eles trabalham de graça. Por pura solidariedade

  • Segunda-feira, 26 Agosto 2013 / 18:50

Os médicos tercerizados

Tem gente que reclama da tercerização dos médicos cubanos.
São os mesmos que nunca abiram a boca para reclamar da terceirização dos médicos brasileiros que trabalham nas UPAs.
A diferença é que o dinheiro arrecadado pelo Governo de Cuba será utilizado na saúde de seus concidadãos.
Aqui, o dinheiro vai para o bolso de um bandido que custeará a próxima campanha eleitoral de quem os contratou.

  • Sábado, 24 Agosto 2013 / 18:49

Médicos tem horror a pobreza

Luciana Fróes deu as boas vindas aos médicos cubanos
José Augusto Gayoso fez o seguinte comentário:
“Boa. Uma historinha sobre esse mesmo tema: prefeitura de Xanxerê, cidade próxima a Chapecó (Santa Catarina), servida por estrada asfaltada, aeroporto com conexões nacionais e inter a 40 quilômetros, etc,etc (ou seja, nem tão interior assim), abriu concurso para médico, salário da R$ 8 mil com ajuda de moradia. Publicaram anuncio na Folha, Globo…não apareceu ninguém. Que venham cubanos, portugueses, espanhóis e quem mais quiser atender ao povo sofrido desse nosso país”.

  • Domingo, 11 Agosto 2013 / 18:47

Cabral, Amarildo e o Dia dos Pais

Sergio Cabral se reconciliou com a doutora Adriana, num dia como o de hoje, Dia dos Pais. Sinal que o governador leva esta data a sério.
Sendo assim, é justo que se pergunte mais uma vez: “Cadê o Amarildo?”
Seus seis filhos certamente estão querendo abraçá-lo.

  • Quarta-feira, 07 Agosto 2013 / 18:44

PT continua errando com o Rio

A direção nacional do PT parece pior que a regional do Rio.
Está pressionando Lindbergh para que o senador alivie Cabral, e mantenha a aliança com o governador pelo menos até o início do ano.
Segundo ‘O Globo’, “um dos argumentos utilizados por dirigentes nacionais do PT é que seria oportunismo desembarcar do governo agora que Cabral está com alto índice de rejeição”.
Mas a política deve rejeitar as oportunidades?
Manter essa aliança, além de imoral e aética, é burrice.
Continua o jornal: “E fazem um paralelo com a queda de popularidade da gestão Dilma, afirmando que a atitude poderia servir de exemplo para que o PMDB faça o mesmo caso a avaliação do governo federal piore ainda mais”.
Mas o PMDB já não desembarcou do governo Dilma? Qual o comportamento do presidente da Câmara, Henrique Alves? Como se comporta o líder do partido, Eduardo Cunha? Quem não desembarcou ainda foram os que detém cargos na administração federal.O pessoal da boquinha nunnca sai.
E o que o PT tem no governo Cabral? Duas secretarias: a de Meio Ambiente, com Carlos Minc, que não pode ser considerado um homem do PT. Ele é da curriola do governador. E isso desde o tempo da Assembléia fluminense.
A outra é a do próprio coitado do Zaqueu, um delegado de polícia que cuida dos Direitos Humanos, enquanto a PM do governo a que ele serve mata pobre e espanca os jovens da classe media que protestam contra Cabral.
O PT do Rio – nunca é demais repartir – é o que existe de pior no país dentre todos os PTs. Muito por culpa dele.
Mas, principalmente, por culpa da direção nacional do partido, que já errou aqui repetidas vezes e insiste em continuar errando.

  • Segunda-feira, 05 Agosto 2013 / 18:44

Comandante da PM é demitido

O Comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, foi exonerado do cargo.
Bem feito!.
Fez o jogo sujo do governador, reprimindo manifestantes pacíficos e deixando a solta os vândalos do Leblon, distribuiu balas de borracha e gás de pimenta, e agora foi descartado.
E olha que ainda não encontraram o Amarildo…

  • Segunda-feira, 05 Agosto 2013 / 18:43

Se arrependimento matasse…

Diz ‘O Globo’:
O governador Sérgio Cabral anunciou por volta das 17h30m desta segunda-feira, pelo Twitter, que a Escola Municipal Friedenreich, no Maracanã, não será mais demolida”.
É o terceiro recuo naquela área.
Ficou o parque aquático. Depois a pista de atletismo. Agora a escola.
Como está voltando atrás em tudo, quem sabe ele não devolve aos cofres publicos, tudo o que gastou indevidamente?
Sonhar não custa nada…

  • Segunda-feira, 05 Agosto 2013 / 18:42

A farra dos helicópteros

Agora sim, a farra dos helicópteros está regulamentada.
O que mudou? Nada.
A doutora Adriana continuará indo para Mangaratiba de helicóptero, com seus filhos e as babás.
E como tudo o que não é proibido é permitido, Juquinha também já está com seu cartão de embarque.

  • Segunda-feira, 05 Agosto 2013 / 12:40

Os últimos dias de Cabral

O PT do Rio se reúne hoje para abandonar a nau de Cabral.
O PDT já ensaia a retirada.
O deputado Miro Teixeira disse a Fernando Molica, de ‘O Dia’, que “muita gente não está contente com esta participação” no Governo.
Nos próximos dias, o governador começará a ser pressionado pelo seu próprio partido, o PMDB.
Sem ele, é possível manter um resquício de aliança.
Na última pesquisa, Cabral tinha apenas 12% de popularidade. Isso é um terço do que Collor tinha quando caiu.
Se fizerem a pesquisa hoje, ele somará apenas um dígito de bom e ótimo.
Jorge Picciani, como presidente do PMDB, sabe que precisa salvar o partido e não o mandato de Cabral.
E é isso que ele fará.

  • Domingo, 04 Agosto 2013 / 19:34

Praticando o desapego

O advogado e ex-deputado Marcello Cerqueira postou no Facebook esse poema de Fernando Pessoa.
Cai como uma luva para Sergio Cabral.
Ele não ouve as ruas. Mas ouviu o Papa. Será que ouvirá Pessoa?
O poeta é otimista, mostra que existe um mundo melhor.

Praticando o Desapego

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário….
Perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.
Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: Diga a sí mesmo que o que passou jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo…
- Nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Encerrando ciclos, não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba…
Mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais em sua vida.

Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.
Quando um dia você decidir a pôr um ponto final naquilo que já não te acrescenta.
Que você esteja bem certo disso, para que possa ir em frente, ir embora de vez.

Desapegar-se, é renovar votos de esperança de sí mesmo,
É dar-se uma nova oportunidade de construir uma nova história melhor.
Liberte-se de tudo aquilo que não tem te feito bem, daquilo que já não tem nenhum valor, e siga, siga novos rumos, desvende novos mundos.

A vida não espera.
O tempo não perdoa.
E a esperança, é sempre a última a lhe deixar.

Então, recomeçe, desapegue-se!

Ser livre, não tem preço!

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.